Salvador, 18 de Agosto de 2019 - Tel: (71) 2104-1959

Newsletter

Cadastre seu email para receber novidade por email.

Nome:

Email:

Fotos e Vídeos



Facebook

Home » Notícias » Diretor da TV Bahia faz balanço de Senra e anuncia especial dramatúrgico 's

O diretor executivo da Rede Bahia, João Gomes, foi o entrevistado do programa Roda Baiana, da rádio Metrópole, desta quarta-feira (6). No papo com Fernando Guerreiro, ele disse que a TV Bahia irá investir mais em dramaturgia local neste ano e anunciou uma novidade na área: "Teremos uma reunião semana que vem, com apoio da própria Globo. É um modelo, quase um concurso de roteiros, porém produzido aqui e com atores daqui. Isso será informado. Será um especial de final de ano com a modelagem de um produção dramaturga 100% local", explicou. A reunião com os detalhes dessa produção acontecerá na próxima terça-feira (12), na sede da afiliada da Globo, para a imprensa, artistas e influenciadores digitais. 

 

DISPUTA PELA AUDIÊNCIA

Na conversa, Gomes ainda pontuou que os telespectadores mudaram sua forma de consumir conteúdo da TV aberta e reconheceu algumas conquistas da concorrência, em especial a TV Itapoan, afiliada da Record, que consegue liderar em determinados horários, especialmente durante a faixa do meio-dia.

 

"Não temos nenhum problema em admitir os méritos da concorrência e não espero nenhuma reciprocidade, apesar de que seria de bom convívio do meio. Houve um aproveitamento do momento, onde a Record também aumentou a produção de conteúdo regional aqui em Salvador e fez uma mudança, se assemelhando mais ao padrão Globo. Eles saíram do âmbito religioso e envelhecido. Há um encontro também com uma pauta que leva o telespectador a ficar confinado ou com aberração ou comoção, porque se mudar dessa pauta, ele perde o horário. Respeito muito o telespectador, não estou fazendo críticas, é uma escolha. O telespectador é soberano. O que posso fazer é a leitura do conteúdo", ponderou.

 

Porém, foi categórico ao responder uma questão de um ouvinte que afirmou que a TV Bahia "baixou o nível" para se assemelhar ao conteúdo da concorrência. "Discordo completamente. Acho que as pessoas fazem uma confusão pelo fato da gente ter mudado para um jornalismo comunitário e termos a presença de Jéssica Senra, que tem essa característica. Porém, talvez, as pessoas aqui não tenham essa referência de como a Globo de São Paulo e do Rio de Janeiro fazem. Não é uma reação da concorrência, é um modelo de transição dentro do próprio jornalismo, onde as pessoas podem comentar", explicou.

 

Por fim, defendeu o a atuação de Jéssica Senra a frente do diário "Bahia Meio Dia". "Acho que ela mantém a personalidade dela. As pesquisas já apontavam que Jéssica Senra era uma pessoa muito admirada, muito querida pelo público, e que tinha o padrão Globo. O que a gente sempre conversa com Jéssica em especial - que traz essa experiência que não tínhamos na TV Bahia - é que nem tudo merece comentário, pois é muito chato ouvir de qualquer assunto a opinião do apresentador e, às vezes, a opinião pessoal não é a opinião da empresa", frisou.

 

"O nosso grande desafio é que seja conteúdo de interesse da maioria. Não faremos escolhas pelos conteúdos de aberração ou comoção. Não vamos entrevistar bandido e policial todo dia ou mostrar pessoa entubada no hospital. Não faz parte. Não é o nosso papel". Assista: https://youtu.be/F2H5HJUxUIw

 

Fonte: Bahia Notícias.

Compartilhar

Histórico de Conteúdo

Enquete

Você é a favor da Redução da Maioridade Penal para 16 anos?

Resultado

©2013 Elite Estratégias Políticas - Todos os direitos reservados